Características de um bom gerente de restaurante

1587
Características De Um Bom Gerente De Restaurante

Olá leitor, tudo bem? Na matéria abaixo abordaremos as principais características que um bom gerente deve ter ou assumir para conduzir corretamente um restaurante, bar ou pizzaria.

Se você profissional está querendo se capacitar melhor, o que devemos fazer sempre, atente-se em aprimorar as características abaixo selecionadas por nossa equipe.

E se você proprietário está pensando em contratar um profissional para a condução do seu negócio é importante que desenhe as funções do cargo e observe esses itens no processo de recrutamento.

Ter boa comunicação

Boa comunicação é uma característica fundamental para um bom gerente

Ser especifica: ser bem direcionado, fazer com que a pessoa que está recebendo a mensagem realmente entenda o que se espera dela.

Clara: não rodeie, não fale difícil, fale de forma simples e objetiva.

Mútua: comunicar não é apenas falar algo para alguém, e sim falar com alguém, não existe comunicação sem retorno, devemos desta forma ouvir o quanto possível.

Positiva: não há nada mais desmotivante em uma comunicação do que resposta frustrante ou total falta de retornos. Quando alguém vier perguntar algo para você olhe nos olhos saiba ouvir e sempre lhe dê uma resposta.


Ter liderança

Liderança de um bom gerente no restaurante

Demonstre sua liderança através do seu conhecimento e pela vontade de transmitir isto a alguém.

Liderança não é saber gritar mais que os outros e tampouco querer apontar erros das outras pessoas.

Liderança é a maturidade e o grau de profissionalismo. Um profissional comporta-se como um adulto, não discrimina e nem protege as pessoas, trabalha levando sempre em conta as qualidades profissionais de cada pessoa.

Liderança é saber usar sua autoridade com justiça.


Ter boa postura

Postura de um bom gerente

Postura moral: seu palavreado, tom de voz e atitudes estão diretamente ligados a sua postura moral.

Jamais fale palavrões, evite comunicar-se com gírias e de forma alguma grite com alguém. Pessoas com boa atitude moral pronunciam palavras simples e com clareza em um tom médio e seguro.

Postura física: uma pessoa com boa postura física não se apóia, por exemplo, em balcões. Mantenha uma postura ereta, ande de cabeça erguida, dando este exemplo aos demais.


Ser responsável

Cumpra sempre com seus compromissos entregando seu melhor esforço e desempenho.

Corretas ações geram ótimos exemplos no ambiente de trabalho, engajando a equipe com responsabilidade e cumprimento de cada tarefa.


Ser analítico

Quando lidamos com pessoas não estamos simplesmente operando uma máquina, onde você movimenta um botão e ela liga e desliga, elas são dotadas de sentimento e necessidade diferentes.

Por este motivo devemos ser muito sensíveis e flexíveis para lidar com todo tipo de pessoa. Como gerente é muito importante este tipo de sensibilidade e um bom poder de análise, pois sem isto, não será possível analisar uma boa performance.


Ser paciente

Paciência é sinônimo de persistência. Quando nos referimos a paciência não estamos falando de passividade e de perceber erros sem correção, mas sim de acreditar no investimento de tempo para um bom resultado.


Ter dinamismo

A dinâmica é uma boa ferramenta para você transmitir segurança para as pessoas. Elas precisam sentir firmeza em tudo o que você estiver transmitindo a elas.


Aprender sempre

Características de um bom gerente de restaurante

Um bom gerente não precisa ser um ótimo cozinheiro ou um excelente administrador financeiro, mas é importante que conheça os processos da cozinha bem como a formulação e os ingredientes dos produtos.

O conhecimento para criar e acompanhar uma ficha técnica, conhecer técnicas de cardápio e a ciência de controles financeiros da empresa são muito importantes.


Padrão de Trabalho

Checklist para gerentes em restaurante

O gerente deve sempre manter o mais alto padrão do seu trabalho e da equipe que lidera, utilizando-se das melhores práticas do mercado.

Manuais de Treinamento, POP´s e Check Lists são ferramentas fundamentais para uma comunicação clara dos processos, fluxos e responsabilidades de cada colaborador dentro do negócio.


Por fim, vamos deixar uma dica, seis dicas para sermos exatos, extraídas do livro O Poder da Ação de Paulo Vieira.

Já ouviu falar nas 6 leis da auto responsabilidade?

São valiosas orientações que devem ser aplicadas na vida pessoal e profissional, anote-as e se puder imprimir, melhor.

  1. Se é para criticar os outros, cale-se;
  2. Se é pra reclamar, dê sugestão;
  3. Se é para buscar culpados, busque solução;
  4. Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor;
  5. Se é para justificar seus erros, aprenda com eles;
  6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes

Quer compartilhar com nossa equipe alguma dúvida, um relato ou uma pergunta?

Por favor nos envie um e-mail no contato@guiachef.com.br.

Ficaremos muito contentes com sua participação, um ótimo dia.

Oportunidade