smart point sorocaba

Fidelizar clientes é aposta de empresas para driblar a crise. É preciso conhecer o cliente, o que ele compra e interagir com ele, inclusive fora das redes sociais.

A previsão econômica para 2015 é de PIB em queda e inflação em alta. Além da crise, os clientes de pequenas e médias empresas estão mais exigentes. A cada dia, diversos tipos de produtos e serviços chamam a atenção no mercado e, para sair na frente, as empresas precisam ficar atentas às necessidades dos clientes. Muitos empresários têm utilizado redes sociais, como Facebook e Instagram, para se aproximar do público alvo, mas muitas vezes só elas não são suficientes para conhecer o cliente e seus hábitos. Buscar tecnologias mais avançadas pode ser a solução.

De acordo com Bruno Pinheiro – proprietário da Smart Points, empresa especializada em inteligência de vendas – saber se o cliente voltou para comprar, o que ele mais gosta, quanto ele gasta ou quais são os melhores clientes, pode fazer muita diferença no aumento das vendas. “Mais importante do que a primeira compra de um cliente, é seu retorno para usufruir novamente um produto ou serviço e, para garantir que isso aconteça, identificá-lo e fidelizá-lo é fundamental”, afirma.

O empresário explica que usar uma plataforma específica para ter comparativos de vendas, clientes ativos e inativos, novos clientes, produtos mais e menos vendidos, faz toda a diferença na hora de decidir quais ações realizar no seu comércio e garantir campanhas certeiras, promoções diferenciadas e atendimento direcionado. “Tudo isso atrelado à tecnologia, com relatórios e indicadores prontos para serem colocados em prática no planejamento e nas ações de vendas”.

De acordo com o especialista, criar um meio direto para fidelizar o cliente também é uma opção para segurar as vendas em alta durante a crise. “Com a plataforma, o lojista mensura quando o cliente está na sua loja, o que ele mais consome, quanto ele gasta, entre inúmeras informações”, conta Bruno, que reitera que um programa de benefícios, atrelado a esse sistema, faz com que frequentadores cadastrados aumentem seu consumo no estabelecimento em até 40%.

O empresário Carlos Augusto Ribeiro utiliza há três meses esse sistema em sua rede de restaurantes, a Tropical Grill. “Ele nos oferece a possibilidade de sermos mais assertivos em nossas ações, direcionando corretamente nossos departamentos, hoje sabemos a frequência e perfil do nosso cliente, qual o prato que mais gosta e quanto ele gasta em média, entre outros pontos que favorecem muito nossa gestão, refletindo em melhorias para os clientes e retorno financeiro para empresa”.

Guilherme Moron, sócio proprietário do bar e restaurante Chico Rosa, também aposta na fidelização de seus clientes. “Queremos conhecer o cliente frequentador, e reconhecê-los, inclusive gerando benefícios a cada compra em nosso estabelecimento”, explica o empreendedor, que revela investimentos, como a aquisição de uma impressora de cartões, para que os frequentadores do local levem embora um cartão personalizado com seu próprio nome.

Outra empresa que adotou esse sistema no início de 2015, e já está sentindo seus resultados positivos, é a rede de lojas de roupas e acessórios Yck’s. “Desde que implantamos a inteligência de vendas, já credenciamos mais de cinco mil clientes e com um sistema de vantagens em compras, boa parte dos clientes cadastrados já retornaram”, declara Viviane Felício, supervisora da rede.

Ocimar Bulla, sócio proprietário da Allub Semijoias, é outro usuário satisfeito. “Pensamos em fortalecer nossa marca. Em um prazo médio de três anos pretendemos transformá-la em uma franquia e acreditamos que a Smart Points seja o primeiro passo. Queremos fortalecer nossa base, nosso alicerce, para que possamos crescer bem estruturados, focando exatamente no que nosso público alvo exige”.

“Buscar conhecer o cliente é sinônimo de conhecer o próprio negócio. Quanto mais informação o empresário tem, mais facilmente conseguirá acertar nas decisões estratégicas para manter o negócio gerando lucro. Direcionar os gastos em uma gestão eficiente é garantia de tranquilidade no final do mês”, completa Bruno.