10 Receitas indígenas culinárias que você precisa conhecer

674
Foto: Neide Rigo - Blog Come - se
Foto: Neide Rigo - Blog Come - se
Anunciante

Cada povo possui sua dieta básica de alimentos dos mais variados de acordo com suas características regionais encontradas no tipo de bioma em que vivem e suas culturas. Os hábitos alimentares são diferentes entre os povos.

Alguns preferem uma comida com sabores fortes, utilizam ervas e pimentas, outros não ingerem nada que tenha sal ou açúcar. Existem povos que extraem o sal direto de rios ou do mar. Na região do Mato Grosso por exemplo existe o conhecido sal do xingu, outros preferem retirar da queima de madeira para ser retirado nas cinza. Cruzamento de algumas espécies de plantas são também comuns, como no caso da famosa pimenta baniwa do Amazonas. A jiquitaia é uma pimenta em pó feita a partir de frutos da espécie Capsicum florescens.

Com a ocidentalização da culinária muitas comidas tradicionais passaram por modificações na forma de seu preparo original. A culinária brasileira possui muitos alimentos que herdaram da culinária indígena, um deles é a famosa tapioca. Alimento popular como outros feitos a base de mandioca.

Existem alimentos que são para o período de resguardo, oferendas para espíritos, alguns são considerados sagrados outros proibidos, tem também os consumidos diariamente ou em determinadas épocas do ano de acordo com colheitas.

 A equipe da Rádio Yandê reuniu algumas receitas gastronômicas de alguns povos.

1 – Culinária Pataxó – Peixe na patioba 

Modo de fazer: Pegar três patiobas de tamanho médio. Patioba é folha de uma palmeira encontrada na Mata Atlântica, o pati. Elas são lavadas depois colocadas no fogo para murchar. Em seguida pegar o peixe e coloca um pouco de sal, sem outros temperos. Logo depois pegar as três folhas e amarrar ao peixe com a ajuda de um cipó verde. Quando estiver devidamente amarrado deve ser levado ao fogo, em brasa ou rescaldos, bastante aquecido para não queimar a folha e o peixe. Fica pronto em cerca de 30 minutos e deve ser comido com farinha de puba ou mandioca assada ou cozida.

Caium “aluá”

Modo de fazer: Através da fermentação da mandioca. A mandioca de ser ralada, amolecida em água durante alguns dias, cozida, triturada e recozida para pode fermentar. Pode ser misturada com frutas ou caldo de cana.


 2 – Culinária Xavante  – Tsadaré 

É necessário para preparar: Milho xavante debulhado, água, folha de bananeira-brava e terra de cupinzeiro. Essa receita é de um bolo de milho tradicional.
Modo de fazer: Depois do milho ser pilado e peneirado para virar uma farinha. É adicionado água e para virar uma  massa. Deve colocar essa massa nas folhas de bananeira-brava em formato circular.Para montar o bolo, quebraram os cupinzeiros e jogam em cima do fogo com madeira. A terra de cupinzeiro é usada porque possui propriedades que permitem a absorção de uma grande quantidade de calor, sem queimar o alimento. Depois da montagem do bolo nas folhas de bananeira, são colocados sobre o fogo e a terra dos cupinzeiros. São cozinhados por aproximadamente três horas e depois estão prontos.

3 – Culinária Tupinambá de Olivença – Paçoca de banana da terra 

Modo de fazer: Pegar bananas “de vez”, que é quando não e está totalmente madura para pode dar consistência. Deve cozinhar as bananas depois pisar em um pilão, colocar o bagaço do coco, deve ralar o coco, e colocar tudo com cuidado para não virar um mingau,  caso prefira usar também um pouco de leite de coco. Mexer com as mãos para saber  quando  estiver com um pouco de liga e colocar em algum recipiente redondo, para dar a forma e logo está pronta.


4 – Culinária Terena – Hîhi (Bolacha de mandioca)

Modo de fazer: Depois de descascar, lavar e ralar a mandioca, colocar em um pano limpo para ser usado como prensa para secar a massa. Retire um pouco da massa para fazer bolinhos de mandioca. Deixe descansar. Deve se usar folha de bananeira sapecada e folhas novas de bocaiuva. Pegue as folhas de bananeira corte para queimar em fogo baixo. Deve embrulhar os bolinhos de mandioca nas folhas sapecadas de bananeira e amarrar elas com folha de bocaiúva. Quando enrolados os bolinhos devem ser levadas ao fogo com água fervendo para  pode cozinhar a mandioca por 15 min. Depois está pronto para servir. Para servir até 5 pessoas é necessário 2kg de mandioca.


5 – Culinária Baniwa – Kinhapira 

Modo de fazer: Com água peixe, pimenta e sal de folhas. Misturar tudo até ficar bom para consumo. Depois servir com beiju de tapioca ou farinha.


6 – Culinária Guarani Mbyá – Mbyta

Modo de fazer: O milho deve ser ralado para virar o bolo (MBYTA) cozido por baixo e por cima, forrado com folhas de caeté (Peguao) Forra-se uma forma com essas folhas, cobre com o milho ralado, deve ser puro e apenas milho ralado, cobre-se tudo com mais folhas para ficar tudo fechado e não cair cinzas na massa. Acende o fogo em cima e em baixo e espera a massa endurecer.


7 – Culinária Shawadawa 

Buchada de Veado
Modo de fazer: Pegar o bucho do veado, escaldar, pegar a carne e bater como moída e misturar com pimenta, cheiro verde e assim vai enchendo a buchada. Antes deve colocar água para ir fervendo e coloca o bucho lá dentro. Depois de uma hora fervendo, furar com uma faca durante esse período e depois de quatro horas está boa para comer.

8 – Culinária Katukina –  Caiçuma de Macaxeira

Modo de fazer: Com macaxeira (mandioca mansa – atsa matxu), ela deve ser descascada e lavada, cortada em pequenos cubos, colocar em uma panela com água e cobrir com folhas de bananeira.Cozinhar a macaxeira depois amassar com uma colher de madeira e deixar a massa esfriar, mascar toda a macaxeira cozida até que adquira a consistência de uma pasta, a pasta é coada, a caiçuma está pronta, deve acrescentar um pouco de água. E está pronta para beber.


9  – Culinária Macuxi  – Mingau de farinha de tapioca (Imu Yainîsa Kiyaurirî)

Modo de fazer:  Usar farinha de tapioca, água, leite, açúcar e sal. Colocar água no fogo para para ferver, depois de ferver colocar a farinha de tapioca e os ingredientes, quando estvier cozido está pronto.


10 – Culinária Kaingáng – Coró

Modo de fazer: Cortar a taquara no mato, tirar os bichinhos (lagartas e insetos), colocá-los em uma vasilha, fritar com um pouco de banha. Serve para misturas: canjica, farofa e bolo na cinza.

Comentários do Facebook